O bem me inspira! #SeDesdobra

Com o intuito de popularizar o Espiritismo e tomar mais fácil e ágil a sua divulgação, Allan Kardec, sem prejuízo das obras básicas da Doutrina Espírita, redigiu uma série de opúsculos e os distribuiu por toda a França, em valores bastante acessíveis à população interessada. Esta obra encerra a tradução integral de quatro deles - 'O Espiritismo na sua Expressão mais Simples', 'Resumo da Lei dos Fenômenos Espíritas', 'Caráter da Revelação Espírita' e 'Catálogo Racional das Obras para se Fundar uma Biblioteca Espírita'. Além disso, é agregado sob a forma de apêndice, o livre 'Discursos Pronunciados pelo Aniversário de Morte de Allan Kardec - Inauguração do Monumento', que trata da inauguração do dólmen do Codificador no Cemitério do Père-Lachaise, em Paris, no dia 31 de março de 1870. No último capítulo há uma mensagem póstuma do Espírito Allan Kardec, recebida por um dos médiuns da Sociedade Espírita de Paris.

ESPIRITISMO NA SUA EXPRESSAO MAIS SIMPLE - AL

R$35,00
ESPIRITISMO NA SUA EXPRESSAO MAIS SIMPLE - AL R$35,00
Entregas para o CEP:

Meios de envio

  • Livraria Feees R. Álvaro Sarlo, 35 Ilha de Santa Maria – Vitória, ES CEP 29051-100 Atendimento de Segunda à Sexta das 8:00 às 19:00

    Grátis

Com o intuito de popularizar o Espiritismo e tomar mais fácil e ágil a sua divulgação, Allan Kardec, sem prejuízo das obras básicas da Doutrina Espírita, redigiu uma série de opúsculos e os distribuiu por toda a França, em valores bastante acessíveis à população interessada. Esta obra encerra a tradução integral de quatro deles - 'O Espiritismo na sua Expressão mais Simples', 'Resumo da Lei dos Fenômenos Espíritas', 'Caráter da Revelação Espírita' e 'Catálogo Racional das Obras para se Fundar uma Biblioteca Espírita'. Além disso, é agregado sob a forma de apêndice, o livre 'Discursos Pronunciados pelo Aniversário de Morte de Allan Kardec - Inauguração do Monumento', que trata da inauguração do dólmen do Codificador no Cemitério do Père-Lachaise, em Paris, no dia 31 de março de 1870. No último capítulo há uma mensagem póstuma do Espírito Allan Kardec, recebida por um dos médiuns da Sociedade Espírita de Paris.