O bem me inspira! #SeDesdobra

A criação da Humanidade (corpórea e espiritual) e do mundo material sempre foi, desde a Antiguidade, um tema palpitante e polêmico. E, nesta obra, Kardec mostra-nos que a Revelação Espírita lança intensa luz sobre essa grande questão. Dois outros temas interessantes são também analisados: os Milagres e as Profecias - no sentido amplo e, em particular, no Evangelho -, tornando-os compreensíveis e naturais ao nosso entendimento. No capítulo final, Os Tempos são Chegados, o Codificador alerta-nos sobre o difícil período de transição que atravessamos, transmitindo-nos muita esperança e fé. No final desta obra, há um Índice Analítico dos Assuntos, reunindo, em ordem alfabética, todos os verbetes que podem interessar aos estudiosos. Allan Kardec, quando redigiu seus livros, escreveu para o povo, em linguagem simples, e, sendo esta uma tradução literal, a linguagem simples original ficou preservada. Além disto, e principalmente, o tradutor respeitou a integridade do livro, que deve ser considerado sagrado, e não acrescentou nem sua opinião pessoal, nem notas de rodapé que não estavam no original.

GENESE,A NORMAL IDE ECONOMICO - ALLAN KARDEC

R$16,00
GENESE,A NORMAL IDE ECONOMICO - ALLAN KARDEC R$16,00
Entregas para o CEP:

Meios de envio

  • Livraria Feees R. Álvaro Sarlo, 35 Ilha de Santa Maria – Vitória, ES CEP 29051-100 Atendimento de Segunda à Sexta das 8:00 às 19:00

    Grátis

A criação da Humanidade (corpórea e espiritual) e do mundo material sempre foi, desde a Antiguidade, um tema palpitante e polêmico. E, nesta obra, Kardec mostra-nos que a Revelação Espírita lança intensa luz sobre essa grande questão. Dois outros temas interessantes são também analisados: os Milagres e as Profecias - no sentido amplo e, em particular, no Evangelho -, tornando-os compreensíveis e naturais ao nosso entendimento. No capítulo final, Os Tempos são Chegados, o Codificador alerta-nos sobre o difícil período de transição que atravessamos, transmitindo-nos muita esperança e fé. No final desta obra, há um Índice Analítico dos Assuntos, reunindo, em ordem alfabética, todos os verbetes que podem interessar aos estudiosos. Allan Kardec, quando redigiu seus livros, escreveu para o povo, em linguagem simples, e, sendo esta uma tradução literal, a linguagem simples original ficou preservada. Além disto, e principalmente, o tradutor respeitou a integridade do livro, que deve ser considerado sagrado, e não acrescentou nem sua opinião pessoal, nem notas de rodapé que não estavam no original.